Google Analytics 4: O que é  e Como Ativar o Novo Google Analytics 4?

Google Analytics 4: O que é e Como Ativar o Novo Google Analytics 4?

Você sabe o que é o Google Analytics 4? Sabe como ativar o Google Analytics 4? O que mudou com o Google Analytics 4? Como dar os primeiros passos no Google Analytics 4? Como ativar o Google Analytics 4? Até quando eu preciso adicionar o novo Google Analytics 4? Se você já possui o Google Analytics instalado no seu site, vamos lhe mostrar como adicionar a propriedade do Google Analytics 4. Neste post blog vamos explicar tudo que você precisa saber sobre o novo Google Analytics 4. Acompanhe até o fim!

Chegou a próxima geração do Google Analytics! Com o serviço de análise do Google Analytics 4, você mede o tráfego e o engajamento nos seus sites e apps para dispositivos móveis usando relatórios personalizados. Aqui você encontra tudo para começar a usar o Google Analytics 4.

O Google Analytics 4 é o futuro do web analytics. O Google Analytics 4 é a próxima geração do Google Analytics. Aprenda tudo sobre o novo Google Analytics 4, configurações de parâmetros, eventos, sessões e propriedades do Google Analytics 4 com a DIVIA Marketing Digital. 

Veja abaixo os tópicos que iremos abordar no nosso guia definitivo do Google Analytics 4:

1. Introdução ao Google Analytics 4

2. O que é Google Analytics 4?

3. Novo Google Analytics 4

4. Próxima Geração do Google Analytics

5. Primeiros passos com o novo Google Analytics

6. Como ativar o Google Analytics 4?

7. Como Configurar e Adicionar Propriedade do Google Analytics 4?

8. Eventos Google Analytics 4

9. Parâmetros Google Analytics 4

10. Conversões Google Analytics 4

11. Sessões do Google Analytics 4

12. Propriedades do Google Analytics 4

13. O que mudou com o Google Analytics 4?

14. Vantagens do Google Analytics 4

15. Informações úteis do Google Analytics 4

Quer ficar por dentro de tudo sobre o Google Analytics 4 e aplicar essa ferramenta no seu site? Fique tranquilo! Começaremos a abordar tudo sobre o Google Analytics 4 a partir de agora.

1. Introdução ao Google Analytics 4

Em desenvolvimento pelos engenheiros do Google desde 2019 e figurando na sua versão beta, o Google Analytics 4 será o sucesso do Google Analytics Universal a partir de 1 de Julho de 2023. Um dos principais pontos a se destacar na nova versão da ferramenta de mensuração do Google é que ela estará disponível para todas as empresas, diferentemente da versão anterior que só era acessível a empresas que possuíam um aplicativo ou site.

Também, o Google Analytics 4 foi pensado para as empresas que ainda não conhecem a ferramenta e que estão buscando registrar as ações realizadas pelo usuário pelo seu site durante a navegação. O Google Analytics 4 trará melhores insights a fim de suprir os anunciantes com informações relevantes para otimizar seus resultados e potencializar a experiência do usuário.

Por fim, o Google Analytics 4 buscará ajudar as empresas a se enquadrarem nas legislações vigentes sobre privacidade do usuário na rede. Por isso, o uso de cookies terá o seu fim e o monitoramento das ações atenderão as expectativas dos usuários a respeito da sua privacidade.

2. O que é Google Analytics 4?

Para chegarmos ao Google Analytics, é preciso primeiramente compreender que essa versão é a mais recente do software de mensuração dos resultados do Google. Para contextualizar um pouco, o Google adquiriu a empresa Urchin Analytics no ano de 2005, dando início às atividades voltadas para mensuração e monitoramento das ações durante as navegações na rede. Dois anos mais tarde, em 2007, o Google lançou o Classic Google Analytics. Posteriormente, em 2013, o Universal Google Analytics foi lançado e foi e ainda está sendo utilizado por anunciantes ao redor do mundo. 

Agora, no ano de 2020, o Google lançou a mais recente versão do Analytics, buscando se sustentar em conceitos como aprendizagem de máquina, inteligência artificial e descentralização para nortear a nova ferramenta. Dessa forma, o Google pretende prover os anunciantes com insights preditivos e ajudá-los a maximizar seus resultados de marketing e expandir seus negócios.

Dessa forma, o Google Analytics 4 passará a ser a versão padrão do Analytics, e já está disponível para ser implementada em todas as contas, visto que o Google Universal Analytics deixará de funcionar em 1 de julho de 2023.

3. Novo Google Analytics 4

O Google Analytics 4 é a nova versão da ferramenta de mensuração amplamente utilizada no mundo todo. Ela se baseia em conceitos modernos e inovadores, tais como: 

Aprendizagem de máquina e inteligência artificial: O Google Analytics 4 trará melhores e mais assertivas informações e tendências dos dados para os anunciantes a fim de ajudar a potencializar seus negócios e otimizar a sua estratégia de marketing. Alguns dos exemplos de informações preciosas que serão disponibilizadas são: clientes com maior taxa de abandono de carrinho e clientes com maior potencial de conversão. Essas informações são realmente úteis para ajudar a entender a sua base de clientes, custo-benefício e retorno sobre o investimento (ROI).

Mensuração centrada no consumidor: O Google Analytics 4 vem com uma proposta de proporcionar uma visão ampla da jornada do cliente em diferentes cenários e dispositivos e condicionar ao mesmo usuário tais interações e ações. Dessa forma, o anunciante terá mais informações para impactar o seu lead de forma assertiva em cada jornada.

Barra de pesquisa com novas ferramentas: A partir do Google Analytics 4, a barra de pesquisa ficará mais inteligente e aprimorada. Com o auxílio da aprendizagem de máquina e inteligência artificial, serão fornecidas informações relevantes e em tempo real.

4. Próxima Geração do Google Analytics

Sendo a nova versão do Analytics, o GA4 apresenta novas funcionalidades para os anunciantes a fim de potencializar os seus resultados. Por isso, algumas das novidades do Google Analytics 4 são:

Cookieless: O Google Analytics 4 continuará oferecendo um monitoramento das ações realizadas pelo usuário durante a navegação, todavia, não dependerá mais de cookies terceiros para o seu funcionamento. Dessa forma, o monitoramento ficará mais conciso com as expectativas dos usuários quanto à sua privacidade, ajudando as empresas a respeitarem as legislações a respeito, como a LGDP no Brasil.

Integração entre dados dos sites e aplicativos: O Google Analytics 4 permitirá às empresas que dispõem de sites e aplicativos unificar os seus dados de navegação, tornando mais fluida a comunicação entre diferentes dispositivos.

Métrica otimizada: Com o Google Analytics 4, sua empresa ganhará diversas novas funcionalidades de mensuração, tais como rolagem de tela, clicks em links externos, vídeos do youtube incorporados ao site, dentre outras interações.

Relatórios: Ao navegar na nova interface do Google Analytics 4 na aba de relatórios, logo se nota uma diferença. A quantidade de opções para relatórios ficou menor, abrindo espaço para personalizar do jeito que preferir os seus relatórios e tornar mais fácil obter um relatório pelo painel.

5. Primeiros passos com o novo Google Analytics

Em um ambiente cada vez mais competitivo na internet, é essencial utilizar ferramentas para auxiliar a alcançar os objetivos da sua estratégia de marketing digital. Nesse sentido, o Google Analytics é uma das principais ferramentas da mensuração das ações dos usuários durante a navegação e são indicadas para todas as empresas, independente de porte ou segmento com o intuito de acompanhar o crescimento do seu negócio.

Ao criar uma propriedade do Google Analytics 4, sua empresa terá vantagens como:

Mensuração do desempenho de todos os canais de entrada do seu site ou aplicativo;

Acompanhamento da jornada do cliente;

Insights preditivos para nortear a sua estratégia de marketing digital;

Dados e histórico de dados para auxiliar a sua empresa na tomada de decisões e elaboração de conteúdos;

Acompanhamento das páginas do seu site que mais geram resultados;

Integração com as principais ferramentas para publicidade de mídia paga, como o Google Ads e Facebook Ads.

Ficou interessado em começar a utilizar o Google Analytics 4 na sua empresa? Conheça a consultoria de Google Analytics 4 da DIVIA Marketing Digitial para tagueamento de conversões e mensuração dos indicadores. 

6. Como ativar o Google Analytics 4?

O Google Analytics 4 é a nova versão da ferramenta de mensuração de métricas dos anunciantes que possuem site ou aplicativo. A partir do Google Analytics 4, os anunciantes terão mais recursos e insights preditivos para auxiliar na estratégia de marketing digital correta para o seu negócio.

Para ativar o Google Analytics 4 a partir de sites que já possuem tags do Google Universal Analytics é bastante simples, visto que o Google disponibilizou um assistente de configuração. A seguir listamos o passo a passo:

Dentro da sua conta do Google Analytics, clicar na aba Administrador;

Procure pela coluna conta e clique na melhor opção;

Na coluna Propriedade, clique na propriedade referente ao Google Universal Analytics que está em atividade;

Clicar na opção Primeiros passos;

Se o seu site já possuir a tag gtag.js, clique na opção Ative a coleta de dados usando suas tags existentes para realizar a transição da coleta de dados para sua nova propriedade do Google Analytics 4;

Clique em Criar propriedade;

Ao finalizar esse passo a passo, o programa informará uma mensagem para evidenciar que as suas propriedades do Google Universal Analytics foram modificadas para o GA4.

7. Como Configurar e Adicionar Propriedade do Google Analytics 4?

Antes de tudo, é preciso destacar que para configurar o Google Analytics 4 e vincular uma propriedade à sua conta, é preciso criar uma conta Gmail (de preferência o mesmo) para a ferramenta Tag Manager e Google Analytics. A seguir listamos a caminhada até finalizar a configuração da sua conta no Google Analytics 4. Confira:

Criação da propriedade

Dentro do painel do Google Analytics, clique em “Administrador”. Logo em seguida, selecione “Propriedade” e “+ Criar propriedade”. Importante destacar nesse ponto que caso a opção “+ Criar propriedade” não apareça ou esteja desabilitada, é porque sua conta não possui a permissão necessária para realizar essa ação, visto que ela deve ser feita apenas pelo administrador chefe da conta. 

Seguindo, finalizado o passo anterior, a interface será redirecionada para um ambiente de criação da propriedade do Google Analytics 4 por padrão.

Insira o nome e os devidos campos obrigatórios. Após, clique em Próxima.

Insira as respectivas informações da sua empresa e clique em Criar.

Fluxo de dados

Para continuar, será aberta a configuração do seu fluxo de dados para coleta de dados. Por isso, escolha a plataforma que atende às suas expectativas, sendo elas App iOS, App Android ou Web (para sites).

Insira o domínio do seu site e o respectivo nome para identificação.

Por padrão, a opção de Métrica otimizada estará selecionada, juntamente com as interações que serão captadas pelo Analytics.

Clique em Criar fluxo para finalizar a configuração.

Após a finalização do item anterior, será gerado uma tag para monitoramento. Ela deverá ser inserida ou no código html do seu site ou pela ferramenta do Google Tag Manager.

Tag Manager

Dentro da ferramenta Tag Manager do Google, você poderá escolher duas opções: Adicionar nova tag na página ou usar a tag existente na página. A segunda opção deve ser escolhida caso sua empresa já tenha fixado a tag no código do seu site previamente.

Continuando, podemos escolher a opção de usar a tag existente na página. Após, a ferramenta exibirá os próximos passos.

Abrir uma nova aba no Google Tag Manager.

Clicar em Tags e depois em Nova.

Clicar em Configuração da tag e selecionar Configuração do GA4.

Inserir o ID da métrica (código que será gerado).

Selecionar a opção “Todas as páginas”.

Salvar e publicar a configuração da tag.

8. Eventos Google Analytics 4

No Google Analytics 4, os eventos se referem às atividades realizadas pelo usuário durante a sua navegação em um site e que são monitoradas a fim de serem utilizadas em futuros anúncios em ferramentas de mídia paga, como o Google Ads.

Os eventos do Google Analytics são muito práticos e importantes para as empresas que utilizam mídias pagas na sua estratégia de marketing digital. Pois, a partir dos relatórios dos eventos do Google Analytics 4, sua empresa pode customizar conversões, segmentar com mais eficiência, ajustar o público-alvo de remarketing, dentre outras importantes ações para alcançar os objetivos com maior assertividade e eficiência.

No Google Analytics 4, quatro diferentes eventos estão disponíveis:

Eventos padrão: os eventos que estão dentro desse conjunto são previamente configurados.

Eventos de medição aprimorada: os eventos que estão dentro desse conjunto são os que geralmente estão habilitados para a sua empresa no painel do GA4.

Eventos recomendados: São eventos que a própria inteligência artificial do Google recomenda com base no segmento de atuação da sua empresa, como o evento “purchase” e “view_item”.

Eventos personalizados no Google Analytics: São eventos que foram personalizados por você através da ferramenta Google Tag Manager.

9. Parâmetros Google Analytics 4

Os parâmetros são empregados e analisados em conjunto com os eventos do Google Analytics 4. Por conta disso, os parâmetros do Google Analytics 4 são informações adicionais relevantes sobre os seus eventos. Para exemplificar, dentro do evento de click pode ser analisados vários parâmetros, como o “click_text”, que informa o texto contido no botão clicado.

A partir dos eventos e parâmetros, o Google Analytics 4 permite maior flexibilidade na coleta de dados, tornando-o personalizado para monitorar atividades realmente importantes para o seu negócio, a fim de auxiliar a superar os objetivos de marketing.

10. Conversões Google Analytics 4

O Google Analytics 4 trabalha com quatro diferentes modelos de atribuições para contagem de conversões, sendo eles:

Último clique em vários canais: Para atribuição da conversão, o Google Analytics buscará identificar os cliques de todas as origens, sendo atribuída a conversão que acontecer por último.

Último engajamento em diferentes canais: Para atribuição da conversão, o Google Analytics buscará identificar o último clique e caso não seja possível determiná-lo, a conversão será atribuída à última visualização do anúncio.

Último clique preferencial do Google Ads: Nesse caso, o Google Analytics atribui a conversão diretamente ao Google Ads, não levando em conta a sua origem de clique.

Último engajamento preferencial do Google Ads: Para finalizar, o Google Analytics atribui a conversão diretamente ao Google Ads, não levando em conta a sua origem de clique ou visualização do anúncio.

Importante destacar que para todos modelos de atribuições de contagem de conversões, não é levado em conta as visitas diretas. Ademais, a ferramenta possibilita escolher a exibição ou não de eventos por origem, mídia, campanha, rede, grupo de anúncio ou criativo.

11. Sessões do Google Analytics 4

O Google Analytics 4 trará algumas mudanças em relação à sua versão anterior em relação às sessões. Agora, a medida principal para as sessões será baseada em um evento automático, denominado session_start. Somando-se a isso, o Google Analytics 4 buscará tornar as sessões menores em relação aos dados do Universal Analytics, uma vez que as sessões serão ativadas em determinados momentos. Origem do tráfego, mudança nas informações da campanha e horário da meia noite não mais influenciaram nas sessões.

Além disso, a ferramenta do Analytics prevê como limite padrão para duração das sessões o tempo máximo de 30 minutos. Caso o usuário permaneça inativo durante esse período, a sessão se expirará. O Google Analytics 4 manterá esse padrão e possibilitará uma personalização desse horário, estendendo ao limite de 7 horas e 55 minutos.

Para finalizar, destacamos que os parâmetros de personalização não serão mais aplicáveis, restringindo-se apenas ao evento session_start do usuário. Também, os dados de tráfego em tempo real não serão mais alterados, a menos que constem nos relatórios padrão.

12. Propriedades do Google Analytics 4

Quando se trata de Google Analytics 4, as propriedades nada mais são do que os próprios websites ou aplicativos que a sua empresa possui para anunciar seus produtos ou serviços. Dessa forma, as propriedades do Google Analytics estão relacionadas a um ID (identificador único) para que possa ser realizada a devida gestão da sua conta. Importante destacar que uma conta do Google Analytics 4 pode possuir mais de uma propriedade. 

O Google Analytics 4 possui uma proposta de agregar as interações e eventos da navegação do usuário no seu website ou aplicativo para mensuração e monitoramento.

Caso a sua empresa possua uma aplicativo que esteja relacionado ou dependa de funcionalidades do website, utilize as propriedades do Google Analytics 4 para a sua estratégia de mensuração. Ademais, para as empresas que já empregam a gtag.js, as propriedades podem ser implementadas sem modificações de tags adicionais.

13. O que mudou com o Google Analytics 4?

O Google Universal Analytics que é tradicionalmente utilizado como ferramenta de mensuração da navegação do usuário pelo site ou aplicativo dos anunciantes ganhou uma nova versão, o Google Analytics 4 e que já está disponível para ser configurada. O Google Analytics 4 conta com modificações em várias partes da plataforma, impactando desde a interface até novas funcionalidades. Acompanhe a seguir algumas dessas novidades:

Nova interface;

Não há mais vistas, mas sim apenas a conta e as propriedades (website ou aplicativo);

Introdução de análise de aplicativos para dispositivos móveis;

Não será mais utilizado o Google Firebase para análise de websites e a migração dos usuários ferramenta Baas foi realizada automaticamente;

Contabilização de conversões através de eventos e não mais em sessão, acabando com a duplicidade da contagem;

Relatórios mais completos e personalizados;

Melhorias na barra de pesquisa;

Essas são as principais mudanças com o Google Analytics 4.

14. Vantagens do Google Analytics 4

O Google Analytics 4 veio para substituir o Google Universal Analytics que vai deixar de processar os dados a partir de 1º de Julho de 2023. A nova versão do Analytics foi planejada para possibilitar às empresas escalabilidade dos seus negócios e mensurar seus resultados a partir de websites ou aplicativos para dispositivos móveis. Por isso, algumas das vantagens principais do Google Analytics 4 são:

Foco na privacidade;

Pensado para o futuro das empresas;

Utiliza o aprendizado de máquina e a inteligência artificial a fim de encontrar insights preditivos para suprir os anunciantes com informações relevantes sobre a jornada do cliente em vários dispositivos;

A partir do Google Analytics 4, as empresas poderão empregar integrações com diversas ferramentas de publicidade digital, como o Google Ads, com o intuito de ter um melhor desempenho na sua estratégia de marketing digital e potencializar o seu ROI;

Cookieless, o Google Analytics 4 não mais dependerá de cookies terceiros para monitoramento das ações do usuário;

Relatórios aprimorados;

Essas são as principais vantagens do Google Analytics 4.

15. Informações úteis do Google Analytics 4

O Google Analytics 4 substituirá o Universal Analytics. A partir de 1º de julho de 2023, os serviços padrão do Universal Analytics não processarão mais dados. Os relatórios do Universal Analytics estarão disponíveis por algum tempo após essa data. No entanto, os novos dados serão transferidos apenas para os serviços do Google Analytics 4. Os serviços do Google Analytics 360 receberão uma extensão de processamento única, válida até 1º de outubro de 2023. Para saber mais leia esse outro blog post Google Universal Analytics Deixará de Funcionar em 1 de Julho de 2023.

Conteúdo desenvolvido pela DIVIA Marketing Digital

/
/
/
/
/
/
/
/
/
/
Clique para Ligar
Fale por WhatsApp
Fale por WhatsApp