Horizon Worlds: Meta (Facebook) Lança Plataforma de Social VR no Metaverso

Horizon Worlds: Meta (Facebook) Lança Plataforma de Social VR no Metaverso

Horizon Worlds é a plataforma de social VR da Meta (Facebook) para o metaverso. Horizon Worlds é uma experiência social em realidade virtual (VR) onde os usuários podem criar "mundos" e explorar juntos. Esse ambiente oferece as melhores ferramentas de VR para os criadores, além de oferecer um fundo específico para criadores e competições com prêmios em dinheiro. O Horizon Worlds é a plataforma da Meta (Facebook) para o metaverso. Você sabe o que é metaverso? Nós da DIVIA Marketing Digital já explicamos sobre o metaverso aqui no blog sobre o que é o metaverso? Mas você sabe o que é o Horizon Worlds? Neste blog post vamos te contar sobre essa novidade do Facebook para o metaverso. Confira os tópicos sobre o Horizon Worlds abordados neste blog post:

1. O que é o Horizon Worlds?

2. Posso ganhar dinheiro criando “mundos” no Horizon Worlds?

3. Quem pode utilizar o Horizon Worlds?

4. Como funciona a criação de mundos no Horizon Worlds?

5. Conclusão

6. Novidade: Projeto Cambria

Pronto para saber mais sobre o Horizon Worlds? Então vamos lá!

1. O que é o Horizon Worlds?

O Horizon Worlds é uma plataforma social de realidade virtual aberta a qualquer um que tenha o aplicativo Quest instalado no celular. Não é preciso pagar nada, nem ter um convite ao Horizon, só basta ter mais de 18 anos, uma conta no Facebook e morar dentro da área de ativação (Canadá e Estados Unidos). No Horizon Worlds você pode encontrar até 20 pessoas em um espaço virtual, conectado à internet, para conversar e cumprir certas tarefas. A princípio, o Horizon Worlds foi projetado para ser um “jogo para construir jogos”, como Dreams ou Minecraft. Isso evoluiu com o passar do tempo, de 2019 para cá, para girar em torno de atividades sociais. 

O Horizon Worlds é o primeiro grande lançamento desde que o Facebook se renomeou como Meta e anunciou seus planos de "construir o metaverso" de mundos digitais conectados. O aplicativo do metaverso do Facebook é focado no criador e permite que os usuários criem seus próprios minijogos e atividades em cima do jogo base do Meta.

2. Posso ganhar dinheiro criando “mundos” no Horizon Worlds?

Não há como os criadores ganharem dinheiro criando seus mundos no metaverso. A Meta investiu US$ 10 milhões em um "fundo para criadores" para recompensar os criadores da comunidade que ganham competições no metaverso. O que os difere de aplicativos como o Roblox, onde os criadores podem vender seus jogos por moeda no aplicativo. O mundo no metaverso do Horizon Worlds é gratuito para jogadores que usam um fone de ouvido Oculus Quest 2 vendido pela Meta.

3. Quem pode utilizar o Horizon Worlds?

Qualquer pessoa com 18 anos ou mais que tenha o aplicativo Quest instalado no celular. Não é preciso pagar nada, nem ter um convite ao Horizon, só basta ter mais de 18 anos, uma conta no Facebook e morar dentro da área de ativação (Canadá e Estados Unidos).


"Nossa visão para o Horizon Worlds é dar vida a um espaço de realidade virtual amigável ao criador com as melhores ferramentas de construção de mundos sociais", disse Meta em seu anúncio. "E passamos o ano passado desenvolvendo essas ferramentas e as aprimorando com base no feedback dos criadores."

 4. Como funciona a criação de mundos no Horizon Worlds?

As ferramentas de criação do metaverso são construídas diretamente no jogo de realidade virtual, para que os jogadores possam acessá-las diretamente, sem quaisquer downloads ou etapas extras.

Os jogadores do “Horizon Worlds” podem voar ao redor de seu mundo e colocar itens como árvores ou "blocos de construção" para criar um ambiente digital personalizado no Horizon. Então, eles podem usar "scripts" - fragmentos de código pré-fabricados que afetam o mundo ao redor do jogador - para definir as regras do jogo Horizon Worlds no metaverso criado pela Meta, empresa proprietária do Facebook.

5. Conclusão

Ideias semelhantes ao Horizon Worlds já foram implementadas por outros desenvolvedores de realidade virtual - como Rec Room, que permite aos jogadores criar suas próprias "salas" com jogos para jogar, ou VR Chat, que permite à comunidade criar skins, avatares e ambientes sociais. A empresa Meta diz que o formato lançado de metaveso tem "milhares de mundos já construídos" durante a versão beta - apenas para convidados. No metaverso do Horizon Worlds existem jogos de tiro, cruzeiros fluviais, um mundo mágico de vassoura voadora e jogos de plataforma, entre muitas outras ideias.

O lançamento de Horizon Worlds nos Estados Unidos ocorre um dia após o anúncio de que o hit Between Us está sendo adaptado para a realidade virtual, a noticia foi anunciada no Game Awards na quinta feira. Na mesma cerimônia de premiação, a versão em realidade virtual do jogo de terror e ação Resident Evil 4 - exclusivo para a plataforma Oculus da Meta - recebeu o prêmio de melhor jogo de realidade virtual.

6. Novidade: Projeto Cambria


Com previsão de chegar ao mercado em 2022, o projeto Cambria pode ser considerado uma versão mais poderosa do Oculus Quest 2. Relatórios apontam que o novo headset da Meta terá um processador mais potente, com uma tela de alta resolução e rastreamento de movimento de mãos aprimorado.

O equipamento poderá ser controlado por joysticks ou controles manuais e deve trabalhar com realidade mista, ou seja, tanto com Realidade Aumentada, quanto com Realidade Virtual. O headset incluirá rastreamento facial e ocular em tempo real, permitindo que as pessoas expressem suas emoções no metaverso.

Conteúdo desenvolvido pela DIVIA Marketing Digital.


/
/
/
/
/
/
/
/
/
/
Clique para Ligar
Fale por WhatsApp
Fale por WhatsApp